2 de jun de 2009

Amor para todas ocasiões

NÃO TE AMO como se fosses rosa de sal, topázioOu flecha de cravos que propagam o fogo:Te amo como se amam certas coisas obscuras,Secretamente, entre a sombra e a alma. Te amo como a planta que não floresce e levaDentro de si, oculta, a luz daquelas flores,E graças a teu amor vive escuro em meu corpoO apertado aroma que ascendeu da terra.Te amo sem saber como, nem quando, nem onde,Te amo diretamente sem problemas nem orgulho:Assim te amo porque não sei amar de outra maneira,Senão assim deste modo em que não sou nem és,Tão perto que tua mão sobre o meu peito é minha,Tão perto que se fecham teus olhos com meu sonho...

O amor está no ar...

12 de junho está chegando

Dia dos Namorados

Um comentário:

Andréa disse...

Olá Má eu estava sumida, agora estou de volta, tá. Tem gráficos novos no meu cantinho. Agora vou tentar equilibrar o tempo para dar mais atenção ao blog e minhas amigas blogueiras...rs

beijinhos

Desejo a vc um ótimo fim de semana.